27 agosto, 2009

Cartas a Frank Lima pelo blog, parte 1

Post: Lula é culpado por várias sacanagens do Senado.

Frank, embora eu seja completamente anti-PT e anti-PMDB, eu tento ser o mais realista possível quanto à questão Lula. Lula na minha opinião não passa de um paspalho. Partindo desse princípio, ele está mais ou menos isento de algumas afirmaçoes que vc fez no seu texto. Porque eu digo isso? Bem, vc vai concordar comigo se aceitar trocar os "Lula" do seu texto por "PT". Toda essa crise se resume basicamente em uma única expressão: disputa partidária. Lula desencadeou toda essa disputa quando se elegeu: ele colocou no governo, ao seu lado, pessoas de extrema falta de caráter, de extrema falta de escrúpulos, dentre outras faltas. Lula se deixou levar completamente por essas pessoas, visto que é mais do que perceptível pra qualquer alfabetizado que ele carece de opinião e inteligência própria. Através dessas pessoas que chegaram ao poder através de Lula (quer exemplos? Dilma, Dirceu, Genoíno, e o próprio Sarney) começaram um jogo de manipulação de tal forma que começou a valer de tudo pra se aliar ao poder. Ser do partido governista (ou aliados) hoje significa ter inúmeros benefícios que fogem completamente do conceito de partido político e até mesmo de democracia. Que político minimamente ganancioso fugiria dessa oportunidade? Bem, agora, em véspera de eleição, todo esse esquema começa a dar sinais de implosão, afinal alguma parcela dessa maracutáia toda foi exposta de tal modo que compromete a perpetuação de tudo isso. E a oposição começa a botar quente pra que acabe. Enquanto isso acontece, que se lasque o povo brasileiro, que se lasque a constituição e a idéia de Estado federalista democrático. Lula, pra mim, começou como um mero figurante desse teatro, e agora foi promovido a quebra-galho.

Escrito em: 19 de Agosto de 2009 23:53

6 comentários:

Phil disse...

Lula é o ator principal da história. O mocinho que nunca morre e sempre sai como herói. O PT é sinônimo de escândalo agora.

Rider disse...

Manchete dos principais jornais essa semana: "Desemprego cai, mas salário diminiu". Lógico, Lula e seus "bolsas pobre", política de incentivo ao desemprego... pra que trabalhar? O Governo ajuda e Lula ganha votos de um povo burro! Povo maldito que merece o que tem ou o nada que tem! Com o meu voto esse fantoche não entrou lá... e nem vai! Está na hora do Brasil refletir e enxergar quem é o nosso Presidente, além de ser um cara analfabeto e vendido aos próprios interesses. Morte ao Lula! Morte ao PT!

Ótimo post, excelente texto! :D

Marcel - Grupo abc, - DM9DDB / SP

Danilo Mecenas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Danilo Mecenas disse...

"pessoas de extrema falta de caráter, de extrema falta de escrúpulos, dentre outras faltas", afirmação perigosa, onde está a boa apuração do jornalista?! hashsahasuasuh...
E não acho que seja "Bolsa Pobres", também, enfim... deixando meu comentário.

Entretanto, achei muito foda, muito massa a reflexão no post abaixo sobre as árvores ;D

vlw pelo cometário no meu Blog e desculpe a demora na resposta.

Rider disse...

Existe um velho ditado... "Não dê o peixe, mas ensine a pescar"... Enquanto houver política assistencialista e menos emprego e incentivo a educação, o sistema é "cabresto". Eu te dou "bolsa isso e aquilo", você vota em mim. Isso é mais transparente do que água. Foi isso que eu quis dizer anteriormente.

Marcel - Grupo abc, - DM9DDB/SP

danielfernandes ;) disse...

Uma vez, eu tava esperando pra ser atendido na emergência do hospital. Nesse hospital, são atendidos algumas pessoas provenientes de Vale, Alcoa, Porto do Itaqui, etc. Lá do meu lado tinha um homem, sua mulher grávida e 3 crianças. Comentando comigo sobre como a vida dele melhorou, ele mencionou participar do bolsa-família e disse, apontando pros filhos: "esses aqui é que enchem minha geladeira". Ou seja: "só como por causa deles". Quando eu perguntei se ele trabalhava ainda, ele disse "não, eu pedi demissão. to recebendo do governo mais do que recebia no trabalho, entao, não sou besta né?"

será que não é?